Novo teste para detecção de Variantes da COVID-19

Novo teste para detecção de Variantes para COVID-19

 

O teste de variantes da COVID-19 é o novo exame da Bronstein. Ele é capaz de detectar uma das cinco principais variantes de SARS-CoV já circulantes no Brasil. Três delas são classificadas como variantes de preocupação (VOC) e as outras duas são variantes de interesse (VOI). A caracterização destas variantes é de extrema importância para fins epidemiológicos e em alguns casos clínicos. 

Sobre o teste de Variantes da COVID-19

O teste de variantes da COVID-19 tem a função de investigar qual das 5 variantes do SARS-CoV-2, que já estão descritas no Brasil, é a causadora da infecção atual do paciente.

O que já sabemos sobre as variantes?

Por enquanto, temos as seguintes informações sobre as variantes que o exame detecta: 

  1. B.1.1.7 (Reino Unido): De acordo com a agência de saúde pública inglesa (PHE), possui 50% de chance de se espalhar mais rapidamente. Dados mostram que pode ser 60% mais letal que as demais variantes.

  2. B.1.351 (África do Sul): Um estudo feito na África do Sul, mostrou que cerca de 2% das pessoas que já tinham sido infectadas anteriormente pelo Coronavírus foram reinfectadas com essa variante.

  3. P.1 (Amazonas): Está associada a quadros clínicos mais graves e já há casos documentados de reinfecção.

  4. P.2 e N.9(Brasil): As duas já apresentam a mutação E484K, responsável por fornecer ao vírus capacidade de escape da resposta imune. 

Como o teste de variantes é feito?

Para realizar o exame, é coletada uma amostra em swab de nasofaringe e levada para laboratório, onde será analisada por Biologia Molecular para fornecer, assim, o resultado. 

O resultado fica disponível em até 96 horas após a coleta do exame.

Para quem o teste é indicado?

Este teste para COVID-19 é indicado para pacientes com diagnóstico positivo de RT-PCR, ID now, RT-LAMP ou antígeno da COVID-19 e início do quadro de sintomas há menos de 10 dias.

Qual a diferença entre o teste de variantes e o RT-PCR convencional?

O RT-PCR  e os demais exames citados acima servem para diagnóstico, ou seja, eles detectam a presença ou não do vírus no organismo naquele momento. Já o teste de variantes não é de diagnóstico e  sua função é identificar se o paciente com diagnóstico da COVID-19 está infectado por uma das 5 variantes circulantes já identificadas no Brasil.

Como é feito o agendamento do exame no Bronstein?

Escolha o melhor dia e horário para realizar o seu teste através da nossa plataforma de agendamento online.

 

Agende seu exame