Endoscopia: entenda o que é, como é feito e cuidados necessários

Endoscopia: entenda o que é, como é feito e cuidados necessários

 

Por Dr. Ricardo Dib*

 

Endoscopia é um exame de imagem que permite avaliar, diagnosticar e tratar problemas do trato gastrointestinal alto. 

O endoscópio é o equipamento utilizado para a realização do procedimento. Trata-se de um tubo longo e flexível com uma pequena luz e uma câmera de vídeo na extremidade que permite a captação de imagens que são projetadas em um monitor e visualizadas em tempo real. Também permite a introdução de ferramentas para a coleta de secreções e biopsias, bem como para o tratamento (por cauterização, por exemplo) de lesões. 
 

O que é endoscopia digestiva alta?  

O exame de endoscopia digestiva alta é um exame que capta imagens do esôfago, estômago e parte inicial do intestino (bulbo e segunda porção do duodeno), através do endoscópio, equipamento com uma câmera na ponta que será introduzido pela boca. Auxilia na detecção de doenças que acometem estas regiões, tais como sangramentos, inflamações, úlceras e tumores. Também permite a realização de biópsias (retirada de fragmentos) ou outros procedimentos. 

Endoscopia: entenda o que é, como é feito e cuidados necessários

 

Para o que serve o exame?  

É um exame que possibilita o diagnóstico e, em alguns casos, o tratamento de doenças que afetam a parte superior do sistema digestivo.  

As principais doenças identificadas durante o procedimento são: gastrite, esofagite, ulceras, sangramentos, hérnia de hiato e câncer de esôfago, estômago e duodeno. 
 

Como é feito o exame de endoscopia?  

O exame é realizado com o paciente deitado do lado esquerdo, após ter realizado um jejum de aproximadamente 10 a 12 horas. 

Utilizamos sedação endovenosa para conforto e tranquilidade do paciente durante o procedimento. A sedação tem curta duração mas o cliente precisa estar acompanhado para liberação após o exame. 

 
Endoscopia com biópsia  

Em alguns casos, é necessário coletar amostras de tecido do esôfago, estômago ou duodeno para aprofundar a investigação e esclarecer o diagnóstico. Essas amostras são levadas para uma análise anatomopatológica que avaliara as características das células. Chamamos esse procedimento de biópsia. 

Endoscopia nasal  

Também conhecida como nasofibroscopia, a endoscopia nasal é o procedimento feito para avaliar a cavidade nasal, faringe, laringe e cordas vocais.  

O exame é indicado para melhor avaliar quadros de rinite, sinusite, sangramento nasal, cefaleia, apneia do sono, roncos, obstrução nasal, distúrbios do olfato e paladar, tosse recorrente, rouquidão frequente e desvio do septo. 
 

O sedativo da endoscopia é perigoso?  

As complicações em pacientes que se submetem a endoscopia com sedação são raras, mas, como todo medicamento, podem ocorrer efeitos colaterais como náuseas e vômitos, além de esquecimento momentâneo (lapsos de memória) após o exame. 
 

Preparo para a endoscopia e jejum 

Por ser um exame que necessita de sedação, no dia é imprescindível que o paciente esteja acompanhado de um adulto.  

Todo paciente deverá realizar jejum alimentar de aproximadamente 10 a 12 horas. 
 

Quando é indicado realizar o exame?  

A endoscopia é indicada para os pacientes que tenham desconforto na região do estômago, náuseas, dores abdominais frequentes, sangramento ou alterações de habito intestinal. O exame só deve ser realizado após avaliação e pedido médico. 


Tempo de duração do exame 

O tempo de duração depende do procedimento a ser realizado. O exame de endoscopia leva, em média, de 3 a 5 minutos, tempo que pode ser alongado caso seja verificada alguma alteraçao, mediante a necessidade de biopsias ou do tratamento de algum sangramento, corpo estranho ou outras lesoes. 
 

É normal sentir dor no estômago após o exame? 

A ocorrência de sintoma após a endoscopia é extremamente rara.  
 

Onde fazer o exame?  

Realize sua endoscopia no Bronstein com qualidade, segurança e tecnologia de ponta. Acesse nossa plataforma de agendamento online e escolha o melhor dia e horário para você. 

 

Endoscopia: entenda o que é, como é feito e cuidados necessários


Sobre o Dr. Ricardo Dib

  • Coordenador do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal DASA
  • Presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - Gestão 2021-2022
  • Chefe Serviço Endoscopia Gastrointestinal do Hospital Mario Covas - Santo André