Afasia: o que é e quais as suas características?

afasia


Autor: Dr. Alexandre Bossoni
Médico neurologista 



Afasia é o nome do sintoma neurológico capaz de afetar a comunicação e compreensão. Sua gravidade varia de acordo com diversos fatores, incluindo a causa e a extensão do dano cerebral. 

A boa notícia é que há tratamento, como a terapia da fala e da linguagem, que faz com que o paciente pratique as habilidades linguísticas e aprenda a utilizar outras maneiras de comunicação. 

Afasia: o que é?

De maneira geral, a afasia é uma condição que afeta sua capacidade de se comunicar. Não é uma doença, mas, sim, um sintoma neurológico.  

Basicamente, a afasia indica um transtorno da linguagem que é determinado pela dificuldade primária de dar nomes aos objetos, bem como a maneira que você escreve e entende a linguagem falada e escrita. 

 

Clique aqui para agendamento de exames e consultas


Quais as características da afasia? 

Os sintomas de afasia são caracterizados pela disfunção da linguagem, que é um processo simbólico de trocas de informações. Isso inclui: dificuldades em formular frases, uso de palavras não conhecidas, substituir uma palavra por outra ou um som por outro, não compreender a conversa de outras pessoas e falar frases incompletas. 

O que pode causar afasia?

A condição é causada por quaisquer lesões que afetem os núcleos da linguagem no cérebro.  

Na maioria das pessoas, os núcleos da linguagem estão localizados no hemisfério esquerdo do cérebro, mais especificamente na região temporal. Essas lesões podem ocorrer por: AVC, traumatismo, doenças degenerativas e diversas outras causas que afetem o sistema nervoso central. 

Quais são os tipos de afasia?

Há dois tipos de afasia: Broca e Wernicke.  

  • Broca: a dificuldade maior do paciente é na produção da linguagem. 

  • Wernicke: a principal dificuldade é a compreensão da linguagem.   

Existem outros subtipos de afasia, originados pelas combinações desses dois polos. 

Como é o diagnóstico de afasia?

O diagnóstico de afasia é clínico. Por meio da observação clínica e testagem, como: conversas, exercícios de linguagem, solicitação para nomear objetos, repetir frases, formular frases, teste de compreensão de frases, entre outros.

Tratamento: Afasia tem cura?

O tratamento é direcionado para a causa base, ou seja, o que está causando a lesão no cérebro.   

Uma vez que a lesão é descoberta, deve ser tratada de forma individual. Além disso, há o encaminhamento ao fonoaudiólogo, para o estabelecimento de exercícios específicos que possam melhorar o desempenho de linguagem do paciente. 

 

Clique aqui para agendamento de exames e consultas